Otan diz à Rússia que retire tropas da fronteira da Ucrânia se quiser diálogo

A Rússia deve retirar suas tropas da fronteira da Ucrânia se quiser iniciar um diálogo para discutir a crise na região, disse o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, nesta quinta-feira.

Reuters

10 de abril de 2014 | 07h30

Rasmussen afirmou, em uma entrevista à imprensa durante visita à capita da República Tcheca, membro da aliança militar, que qualquer outra ação militar da Rússia terá consequências graves e duras sanções econômicas.

O secretário-geral disse ainda que, segundo observações feitas pela Otan, a Rússia tem cerca de 40.000 militares perto da Ucrânia.

(Por Jason Hovet)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAOTAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.