Otan e Rússia retomam cooperação de segurança-oficial

Não havia negociação militar entre as partes desde a Guerra da Geórgia, em agosto de 2008

Reuters e Associated Press

27 de junho de 2009 | 14h07

O secretário geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jaap de Hoop Scheffer, disse neste sábado, 27, que a aliança e a Rússia concordaram em retomar relações depois de 10 meses de ausência por conta de um guerra daquele país com a Geórgia.

 

As conversas entre o exército russo e a OTAN foram paralisadas depois de uma guerra de cinco dias em agosto de 2008. Mesmo havendo uma gradual reaproximação política nos últimos cinco meses, não houve contatos militares formais desde então.

 

Scheffer, cujo mandato à frente da OTAN está se encerrando, disse que era um de seus objetivos deixar para seu sucessor um conselho entre a organização e a Rússia "funcionando amistosamente".

 

Ele disse que o objetivo foi alcançado no encontro de ministros exteriores nas nações da OTAN com o homólogo russo na ilha de Corfu, na Grécia. Foi o primeiro encontro entre os ministros desde a guerra na Geórgia.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaOTANGeórgiacooperação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.