Otan retoma laços com a Rússia após crise na Geórgia

Os Ministros de Exterior dos países membros da Otan concordaram nesta quinta-feira em retomar formalmente os laços de alto escalão com a Rússia, que foram cortados no ano passado após a breve incursão militar de Moscou sobre a Geórgia. A Rússia saudou a medida imediatamente. "Essa decisão é um passo na direção certa", disse um porta-voz do Ministério do Exterior russo, segundo a agência de notícias local RIA. O secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, anunciou a decisão após a Lituânia ter retirado sua objeção à retomada dos trabalhos dentro do conselho Otan-Rússia, entidade que dirige a cooperação entre as duas partes na questão de defesa. "Os ministros chegaram a um acordo para formalmente retomar o Conselho Otan-Rússia, incluindo em nível ministerial... assim que possível depois da cúpula da Otan em abril", disse Hoop Scheffer. A decisão ocorre no momento em que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e seus aliados buscam a cooperação da Rússia na batalha contra militantes no Afeganistão e outras ameaças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.