Hazir Reka/Reuters
Hazir Reka/Reuters

Otan se diz preparada para conter violência em Kosovo

Sérvia e governo kosovar viveram dias de tensão por disputa de controle de postos da fronteira

Reuters

15 Setembro 2011 | 18h54

PRISTINA - As tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Kosovo estão preparadas para intervir contra eventuais casos de violências depois que o governo do país enviar seus próprios policiais e agentes alfandegários para assumir o controle de dois postos de fronteira, disse nesta quinta-feira, 15, o secretário-geral da aliança militar, Anders Fogh Rasmussen.

A Sérvia, que se opõe à independência de sua antiga província Kosovo, já alertou que a transferência do controle dos postos fronteiriços poderá gerar confrontos. "Vou deixar bem claro que não pode haver volta. A Otan já está há 12 anos assegurando a estabilidade e a segurança, e não permitiremos que os avanços sejam colocados em risco", disse Rasmussen em Pristina, capital kosovar.

"As tropas da Otan têm de agir em autodefesa e... também têm de agir se for necessário para manter um ambiente seguro", afirmou ele, referindo-se à força de paz da Otan em Kosovo, com 6 mil integrantes.

Kosovo é um país de maioria étnica albanesa, mas no norte do seu território vive uma minoria sérvia que continua leal a Belgrado. Esse grupo controlava os dois postos fronteiriços e reagiu com violência quando, em julho, o governo kosovar tentou ocupar os locais. Um policial de etnia albanesa morreu nos confrontos, e os soldados da Otan se mostraram desnorteados. Mas, desta vez, Rasmussen disse que suas tropas estarão preparadas, e pediu a ambos os lados que tenham moderação.

A missão policial e judiciária da União Europeia (Eulex) também mobilizará agentes policiais e alfandegários para os postos fronteiriços. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu a "todos os envolvidos que evitem ações unilaterais que possam aumentar a tensão na área."

Mais conteúdo sobre:
Kosovo Sérvia Otan Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.