Paciente alemão passa bem após transplante de dois braços

Médicos alemães completaram com sucessoo transplante de dois braços em um homem de 54 anos, numacirurgia descrita pelo hospital como a primeira de seu tipo nomundo. Em uma operação que durou 15 horas, uma equipe de 40médicos transplantou os braços em um agricultor que perdera osdois braços em um acidente, seis anos atrás. O hospitalanunciou nesta sexta-feira que o paciente passa bem. "Antes da cirurgia, explicamos a ele que teria que encararo fato de que teria as mãos de outra pessoa", disse EdgarBiemer, do hospital em Munique, sul da Alemanha, onde acirurgia foi realizada na semana passada. "Quando ele acordou, olhou para suas mãos e comentou 'muitobem"', contou Biemer, um dos médicos encarregados da operação,à Reuters TV. Biemer disse que até agora só tinham sido feitostransplantes de antebraços. Uma das principais dificuldadespara se realizarem transplantes de braços inteiros é encontrardoadores. "O número de pessoas que se dispõem a doar seus órgãosinternos já vem caindo", disse ele. "E as pessoas acham mais aceitável que os rins, porexemplo, de um familiar morto sejam extraídos, do que ver umaperna inteira, uma mão ou um rosto cortados." Em 2005, médicos franceses realizaram o primeirotransplante parcial de rosto em uma mulher de 38 anos que teveseu nariz, faces, boca, lábios e queixo substituídos portecidos de uma doadora, depois de ser atacada por seu própriocão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.