Pais de bebê jogado de prédio alemão continuam internados

Família salva criança lançando-a do terceiro andar; pelo menos nove pessoas morreram no incêndio na segunda

BBC Brasil,

06 de fevereiro de 2008 | 10h19

Os pais do bebê que foi jogado pela janela durante um incêndio na cidade alemã de Ludwigshafen estão se recuperando em um hospital. O bebê passa bem, mas seu irmão, duas primas e uma tia morreram no incêndio que teve um total de nove vítimas fatais, todas de origem turca.   O bebê ficou mundialmente famoso depois que seus pais o jogaram pela janela de um edifício em chamas, em uma tentativa desesperada de salvar sua vida. A cena foi fotografada por um transeunte.   A criança de oito meses de idade caiu do terceiro andar e foi apanhada por um policial. Ela está sendo cuidada por um tio enquanto seus pais se recuperam de uma intoxicação com fumaça em um hospital.   A polícia alemã está investigando as causas do fogo e confirmou que o mesmo prédio já tinha sofrido uma tentativa de incêndio em agosto de 2006. Uma criança sobrevivente disse ao canal de TV alemão RTL que viu um homem pondo fogo em um carinho de nenê que estava na entrada da casa.   A polícia turca também enviou peritos ao local, já que as vítimas pertenciam a famílias vindas da Turquia e o motivo do incêndio pode ter sido animosidade contra estrangeiros.   Um porta-voz da polícia alemã disse que todas as possíveis causas estão sendo investigadas, e que é cedo demais para determinar se foi um incêndio criminoso.   O primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan deverá visitar o local da tragédia nesta quinta-feira. Ele está fazendo uma visita oficial à Alemanha.     Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.