Pais de Madeleine tentam manter buscas por filha desaparecida

Autoridades trabalham com a hipótese de que a menina tenha morrido acidentalmente; casal McCann é suspeito

REUTERS

15 de setembro de 2007 | 11h50

Os pais da menina britânica desaparecida Madeleine McCann vão lançar uma campanha publicitária em toda a Europa para tentar voltar as atenções para as buscas pela filha, disse neste sábado um membro da família.  Veja também:Madeleine teria morrido de overdose, diz imprensaFalhas no caso Madeleine Cronologia  Gerry e Kate McCann, que são suspeitos formais na investigação policial do desaparecimento da menina de 4 anos, acreditam que Madeleine ainda está viva e pediram à polícia que continue a procurá-la.  A campanha nos jornais, TV e cartazes estará focada na Espanha, Portugal e outras partes da Europa e será paga usando doações de cerca de 1 milhão de libras (US$2 milhões)angariados para ajudar a achar Madeleine, disse seu tio John McCann."O fundo vai financiar várias iniciativas de publicidade para lembrar a todos que Madeleine continua desaparecida", afirmou o irmão de Gerry McCann, John, em comunicado à imprensa. "Espero que a opinião pública continue a nos apoiar nessa busca." Celebridades, incluindo a autora J.K. Rowling e o jogador de futebol David Beckham, fizeram apelos públicos em maio que ajudaram a levantar dinheiro para o fundo.Os McCann, ambos médicos de 39 anos, retornaram à Inglaterra no último domingo, depois de a polícia portuguesa os ter interrogado como suspeitos durante horas. Não foram formuladas acusações formais. Na terça-feira, o promotor público português entregou o processo contra os McCann a um juiz criminal, que vai decidir se há bases para levar o caso a julgamento. Os McCann vêm enfrentando um escrutínio intenso da mídia em torno de seu possível envolvimento com o caso. "Existem crateras enormes em cada uma dessas teorias, nessas acusações simplesmente estapafúrdias", disse Gerry McCann a um amigo, em comentários relatados no jornal The Sun. "No que diz respeito a Kate e a mim, não há evidências que sugiram que Madeleine está morta. Estamos 100 por cento juntos nisto, não temos um grão de desconfiança um em relação ao outro."  Pagamento da defesa O anúncio dos gastos a campanha foi divulgado depois da decisão da família de não usar o dinheiro do fundo para custear gastos dos pais de Madeleine, Kate and Gerry McCann, com advogados. Os pais estão se munindo de provas e preparando sua defesa após uma intensa semana de especulações na mídia sobre a participação de ambos no desaparecimento da filha, disse Natalie Orringe, porta-voz dos McCann. Exames realizados por um laboratório na Grã-Bretanha encontraram evidências de que o DNA de Madeleine estava no porta-malas do carro alugados pelos pais em Portugal, an região do Algarve, depois de seu desaparecimento.  Contudo, o chefe da polícia portuguesa, Alípio Ribeiro, disse na segunda-feira que os testes no carro não eram conclusivos e que ele esperava que a investigação continuasse.

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAMADELEINEBUSCA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.