Papa defende anúncio do Evangelho pela internet

Bento XVI diz que sacerdotes devem fazer divulgação também em blogs e sites

EFE,

23 de janeiro de 2010 | 12h00

O papa Bento XVI disse neste sábado, 23, que os sacerdotes devem anunciar o Evangelho não só com os meios tradicionais, mas também com os da nova geração de meios audiovisuais, como foto, vídeo, animações, blogs e sites, e se dirigir também aos não fiéis.

 

O papa falou assim em seu discurso por ocasião da próxima Rodada Mundial das Comunicações Sociais.

 

As comunidades eclesiais incorporaram há muito tempo os novos meios de comunicação como instrumentos de expressão e de contato com o próprio território, instaurando, em muitos casos, formas de diálogo ainda de maior alcance, disse.

 

Sua recente e ampla difusão, assim como sua notável influência, "tornam cada vez mais importante e útil seu uso no ministério sacerdotal", disse.

 

"A tarefa primária do sacerdote é a de anunciar Cristo, a palavra de Deus feita carne, e comunicar a graça divina que nos salva mediante os sacramentos", afirmou.

 

Para Bento XVI, as vias de comunicação abertas pelas conquistas tecnológicas se transformaram em um instrumento indispensável para responder adequadamente a perguntas teológicas, que surgem em um contexto de grandes mudanças culturais e notadas, especialmente, entre os jovens.

Mais conteúdo sobre:
PapaBento XVIevangelhointernet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.