Papa expressa 'profunda dor' pela morte de Kaczynski em telegrama

Papa expressa 'profunda dor' pela morte de Kaczynski em telegrama

Bento XVI expressa suas condolências a todo o povo polonês

EFE

10 de abril de 2010 | 10h42

VATICANO - O papa Bento XVI expressou hoje sua "profunda dor" pela morte neste sábado do presidente da Polônia, Lech Kaczynski, ao cair o avião no qual viajava quando tentava aterrissar no aeroporto russo de Smolensk.

 

Em um telegrama de condolências enviado ao titular do Parlamento polonês, Bronislaw Komorowski, divulgado pelo Vaticano, Bento XVI expressa suas condolências e a proximidade a todos os poloneses pela morte de seu chefe de Estado.

 

"É com profunda dor que recebi a notícia da trágica morte do senhor presidente Lech Kaczynski, de sua mulher e das pessoas que o acompanhavam em viagem a Katyn", comenta o papa.

 

No texto, o Pontífice afirma que confia a todas as vítimas de "este dramático acidente" a "bondade de Deus misericordioso" para que os acolha em sua glória.

 

"Às famílias dos mortos e a todos os poloneses, apresento minhas sinceras condolências, minha proximidade espiritual. Neste difícil momento

imploro pelo povo polonês com uma bênção especial de Deus onipotente", conclui o papa.

Tudo o que sabemos sobre:
Bento XVIPolôniaKaczynski

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.