Parlamento francês irá debater regulamento de uso dos véus islâmicos

Discussão pode abrir caminho para possível lei que bane véus que cobrem o rosto das mulheres

06 de abril de 2010 | 17h19

Associated Press

 

PARIS- O Parlamento francês irá debater no mês que vem uma resolução que regula vestuários islâmicos que cobrem totalmente o corpo e o rosto de uma mulher, abrindo caminho para uma possível lei com o objetivo de banir véus que cobrem o rosto, anunciaram oficiais nesta terça-feira, 6.

 

Veja também:

especialTeste seus conhecimentos sobre os véus islâmicos

 

O presidente Nicolas Sarkozy disse que tais vestimentas oprimem as mulheres e "não são bem vindas" na França, e reiterou esta postura no mês de março. A Assembleia Nacional anunciou que a resolução será debatida em 11 de maio.

 

Espera-se que Sarkozy anuncie a medida "nos próximos dias", decidindo se o governo proporá lei e se a legislação irá banir total ou parcialmente os véus que cobrem o rosto, de acordo com o deputado Jean-Francois Cope, que lidera o governista UMP na câmara baixa do Parlamento.

 

A questão de proibir legalmente tais vestimentas está sob revisão há meses na França, que baniu véus muçulmanos e outros símbolos religiosos "ostensivos" das escolas em 2004.

 

No entanto, há uma discordância entre os conservadores, que controlam o Parlamento, sobre um banimento total dos véus, ou se seu uso deve ser banido somente em locais públicos.

Tudo o que sabemos sobre:
véuislâmicobanimentoleiFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.