Partido anti-UE bate conservadores em eleição para cadeiras no Parlamento britânico

Um partido britânico contrário à União Europeia conseguiu mais votos que o governista Partido Conservador em eleições para três cadeiras no Parlamento do país, no mais recente sinal de que o partido do primeiro-ministro David Cameron está ameaçado pela direita.

Reuters

30 de novembro de 2012 | 05h40

O UK Independence Party, ou UKIP, tem crescido em popularidade num momento em que eleitores inclinados à direita ficam desiludidos com a coalizão governista formada pelos Conservadores e pelos Liberais-Democratas em meio a uma sequência de problemas econômicos.

Resultados mostraram nesta sexta-feira que, como esperado, o Partido Trabalhista, o principal da oposição, venceu confortavelmente a eleição para as três cadeiras --Croydon North, Middlesbrough e Rotherham-- que estavam em disputa na eleição de quinta-feira.

Mas o resultado mais surpreendente foi a segunda posição do UKIP em Rotherham e Middlesbrough.

"Nosso melhor resultado eleitoral anterior... era 14,3 por cento, e este está confortavelmente acima de 20 por cento", disse o líder do UKIP, Nigel Farage, à BBC em Rotherham, após o anúncio do resultado.

"Independente da forma que você analisar, o UKIP está em alta", acrescentou.

Os conservadores ficaram com a quinta posição em Rotherham, enquanto os liberais-democratas ocuparam uma constrangedora oitava posição.

(Reportagem de Estelle Shirbon)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAANTIUEELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.