Partido de Merkel sofre derrota em eleição regional na Alemanha

O bloco de centro-direita da chanceler Angela Merkel sofreu mais uma derrota humilhante numa eleição regional no Estado mais pobre da Alemanha, Meclemburgo-Pomerândia Ocidental, neste domingo, com os conservadores e o democratas-livres, ambos aliados do bloco, perdendo apoio.

REUTERS

04 Setembro 2011 | 13h35

Pesquisa de boca-de-urna divulgada pela emissora ARD mostraram que os democratas-cristãos (CDU), de Merkel, caindo para 24 por cento, contra 28,8 por cento na votação anterior em 2006. Os democratas-livres (FDP) eram partido de oposição no Estado, mas caíram de 9,6 por cento, para 3 por cento.

A crise na zona do euro pesou sobre a eleição antes de uma importante votação no Parlamento em Berlim sobre reformas no pacote de resgate à zona do euro prevista para o fim deste mês.

Merkel participou ativamente da campanha no Estado, com nove aparições. O distrito de Merkel também está localizado no Estado.

O CDU e o FDP sofreram reveses em seis eleições estaduais neste ano e o CDU perdeu controle de dois Estados que comandava há bastante tempo para os sociais-democratas (SPD).

O SPD, que governava em aliança com o CDU em Meclemburgo-Pomerândia Ocidental desde 2006, subiu para 37 por cento de apoio, ante 30,2 por cento há cinco anos. Eles podem manter a aliança com o CDU ou iniciar uma coalizão com Partido de Esquerda, que teve 17 por cento de apoio, ou com os Verdes, que pela primeira vez conquistaram cadeiras na Assembleia local, com 8,5 por cento dos votos.

(Reportagem de Erik Kirschbaum e Brian Rohan)

Mais conteúdo sobre:
ALEMANHA CDU PERDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.