Partido Socialista grego segue líder apesar de crise--pesquisa

O Partido Socialista grego, atualmente no governo, continua na liderança sobre a oposição conservadora apesar das políticas de austeridade que pôs em prática para cortar o déficit, segundo uma pesquisa publicada em um jornal de domingo.

REUTERS

11 de setembro de 2010 | 15h34

A pesquisa da Kappa Research para o jornal To Vima, conduzida após alterações no gabinete do governo, indicou que os socialistas teriam 29,1 por cento dos votos, ante os 21,3 por cento dos conservadores, em linha com outras pesquisas feitas no mês passado.

"Os cidadãos estão começando a aceitar (as políticas) como única forma de consertar a economia e tirar o país da crise", disse o jornal.

No começo da semana, o primeiro-ministro George Papandreou fez mudanças em seu gabinete para lidar melhor com medidas para reparar as finanças públicas sob o plano de ajuda da União Europeia e Fundo Monetário Internacional, sinalizando que deve manter a atual política fiscal ao não mudar seu ministro de Finanças.

A pesquisa, que entrevistou 1.005 pessoas em todo o país, mostra que 66 por cento dos entrevistados consideram que a razão pelas alterações no gabinete seja preservar o equilíbrio no partido, enquanto 43,7 por cento acreditam que a medida irá melhorar a forma como o governo lida com a crise.

(Reportagem de George Georgiopoulos)

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIASOCIALISTASELEICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.