Partido Trabalhista britânico recebe maior apoio em 18 meses

Após assumir governo, Gordon Brown consolida poder dos trabalhistas e amplia apoio da população

31 Julho 2007 | 13h47

O Trabalhismo do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, ampliou sua vantagem sobre o Partido Conservador, o maior da oposição, numa pesquisa sobre intenções de voto, obtendo o nível de apoio mais alto em 18 meses.   Veja também:  Na ONU, Brown pede retomada de projeto de desenvolvimento   A enquete, feita pela firma Populus e publicada nesta terça-feira, 31, pelo jornal The Times, diz que o apoio aos trabalhistas está em 39%, dois pontos a mais que numa consulta do mês anterior.   Os "tories" caíram um ponto, para 33%. É o seu nível mais baixo desde que David Cameron assumiu a liderança do partido, em dezembro de 2005.   O Partido Liberal-Democrata, terceiro maior do país, desceu três pontos, até 15 %. O instituto Populus entrevistou 1.511 adultos por telefone entre 27 e 29 de julho.   Segundo o Times, os pesquisados assinalaram que consideram o premiê um líder forte, embora pouco carismático.   Após substituir Tony Blair, em 27 de junho, o novo chefe do governo conseguiu ampliar o apoio ao Trabalhismo em todas as enquetes.

Mais conteúdo sobre:
Brown Reino Unido Partido Trabalhista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.