Partidos de centro-direita vencem eleições tchecas

Participação do eleitorado foi de 62%, quase três pontos abaixo da anterior

EFE

29 Maio 2010 | 13h11

PRAGA - Os partidos de centro-direita venceram, em conjunto, as eleições legislativas encerradas hoje na República Tcheca, como apontam os 85% de votos apurados.

 

Faltando a apuração em vários setores de Praga e outras cidades importantes do país, os conservadores do Partido Cívico Democrático (ODS), do TOP 09 e do Veci Verejne, uma legenda nova, somam juntos 46% dos votos.

 

Já o Partido Social-Democrata (CSSD) e o Partido Comunista da Boêmia e Morávia (KSCM) têm, também no total, 34% dos votos.

 

A participação do eleitorado foi de 62%, quase três pontos abaixo da de quatro anos atrás. Para o presidente tcheco, Vaclav Klaus, os números estão de acordo com o habitual no país e nas democracias europeias.

 

O líder social-democrata e ex-primeiro-ministro, Jiri Paroubek, reconheceu a derrota ao declarar que "o país vai em outra direção", mesmo com seu partido tendo recebido 23% dos votos, a maior quantidade se consideradas as legendas de forma separada.

 

Já o líder dos conservadores, Petr Necas, que obteve 20% dos votos, afirmou que os resultados "abrem espaço para uma coalizão de responsabilidade orçamentária".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.