Pesquisa: britânicos preferem Cameron como primeiro-ministro

Conservador é o preferido mesmo se Gordon Brown fosse substituído nos próximos meses por David Miliband

Efe,

19 de agosto de 2008 | 06h53

Os britânicos prefeririam o conservador David Cameron como primeiro-ministro, inclusive se o atual chefe de Governo, o trabalhista Gordon Brown, fosse substituído no posto nos próximos meses pelo titular da pasta de Assuntos Exteriores, David Miliband, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 19. A pesquisa, elaborada pelo instituto ICM para o diário The Guardian, mostra que uma mudança de liderança no Partido Trabalhista de Brown não ajudaria a derrotar Cameron nas próximas eleições gerais, previstas para 2009 ou 2010. David Miliband, visto como um possível substituto de Brown na liderança trabalhista, não conseguiria melhorar o futuro da legenda, cujo apoio popular sofreu forte queda nas consultas sobre intenção de voto divulgadas nos últimos meses. Segundo os 1.002 adultos consultados pela ICM entre 15 e 17 de agosto sobre quem seria melhor primeiro-ministro, 21% disseram acreditar em Brown, contra 42% que disseram apostar em Cameron. A idéia de substituir Brown por Miliband, ministro de Assuntos Exteriores, recebeu 19% de apoio popular, contra 40% atribuídos ao líder do Partido Conservador, acrescenta a pesquisa. Com relação ao apoio aos partidos, a enquete do ICM outorga aos trabalhistas 29%, traduzindo alta de um ponto percentual frente a um levantamento feito no mês anterior. Os conservadores também subiram um ponto percentual no período, para 44%. O Partido Liberal-Democrata, terceiro maior bloco político do Reino Unido, se manteve estável, com 19%.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoInglaterraThe Guardian

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.