Pesquisas revelam vantagem do partido socialista na Espanha

PSOE, partido do atual presidente espanhol Zapatero, está a frente nas pesquisas, segundo jornais do país

EFE,

02 de março de 2008 | 14h43

O governista Partido Socialista (PSOE) mantém uma pequena vantagem sobre o Partido Popular (PP), da oposição, nas pesquisas de intenções de voto divulgadas domingo, dia 2, a uma semana das eleições gerais do dia 9 na Espanha. Segundo o estudo publicado, domingo, dia 2, pelo jornal El País, o PSOE obteria 42,9% dos votos contra 38,8% do PP.  A pesquisa especifica que o PSOE conseguiria entre 165 e 169 das 350 cadeiras da câmara baixa do Parlamento espanhol, o Congresso dos Deputados, mas não alcançaria a maioria absoluta de 176 deputados. O PP, por sua vez, obteria entre 148 e 154 vagas. Estes resultados evidenciariam um claro crescimento dos dois partidos em número de votos em relação às eleições gerais de 2004. Segundo a pesquisa, a vantagem do PSOE sobre o PP seria de 4,1% e a participação do eleitorado se situaria entre 74% e 75%, ligeiramente inferior à de 2004, que foi de 75,7%. O voto na Espanha é facultativo. O terceiro partido político com mais votos seria a Esquerda Unida (IU, na sigla em espanhol), de maioria comunista, com 18,3% dos votos. Outra pesquisa, publicada pelo jornal ABC, reduz as distâncias entre os dois partidos majoritários e garante que o PSOE conseguiria 42% dos votos, enquanto o PP ficaria com 40%. Além disso, a publicação traz uma avaliação dos líderes políticos da Espanha, na qual o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, do PSOE, ganhou 5,5 pontos de dez possíveis, enquanto Mariano Rajoy, líder do PP, ficou com 4,4 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
ELEIÇÕESESPANHAZAPATERORAJOY

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.