Piada sobre bomba atrasa voo do príncipe da Dinamarca

'É curioso que não tenham descoberto a bomba em minha mala', disse um passageiro quando embarcava

Efe,

22 de março de 2009 | 06h53

Uma piada sobre a suposta existência de uma bomba em um avião atrasou em duas horas o voo que levaria o príncipe herdeiro da Dinamarca, Frederik, e a mulher dele, Mary, aos Estados Unidos.

 

"É curioso que não tenham descoberto a bomba em minha mala", disse um passageiro dinamarquês de 43 anos em tom jocoso quando estava a ponto de embarcar no mesmo voo no sábado, informou neste domingo, 22, a imprensa local.

 

Os policiais que faziam a segurança do aeroporto aparentemente não entenderam e prenderam na mesma hora o engraçadinho, cuja piada já lhe custou um ação de indenização pela companhia aérea escandinava SAS, devido ao prejuízo causado pelo atraso do voo, partindo de Copenhague para Chicago.

 

Após o alarme, todos os passageiros e malas foram retirados do avião para uma longa revista que acabou constatando que não havia bomba no aeroporto da Dinamarca.

Tudo o que sabemos sobre:
Dinamarcabomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.