Polícia apreendeu uma tonelada de explosivos de ETA em 2009

Desde janeiro, 62 homens supostamente ligados ao grupo separatista também foram capturados

Associated Press,

22 de agosto de 2009 | 08h58

O Ministério do Interior da Espanha informou neste sábado, 22, que as forças de segurança espanholas e francesas capturaram mais de uma toneladas de explosivos e 30 armas de fogo desde o início do ano em esconderijos que podem ser do grupo separatista basco ETA.

 

O Ministério informou também que 62 homens supostamente ligados ao grupo foram capturados nas operações realizadas nas fronteiras entre os dois países.

 

Entre o material apreendido há explosivos como dinamites, mais de 100 dispositivos de detonação, alguns dos quais podem programar uma explosão com até um ano de antecedência, e dez carros-bomba já preparados e equipados para atentados como o que matou três policiais no fim de julho.

 

O ETA assumiu a responsabilidade pelo ataque, que também deixou 60 pessoas feridas. Aparentemente, o atentado foi programado para acontecer no 50º aniversário do grupo, em 31 de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
ETAEspanhaFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.