Anthony Devlin/ AFP
Anthony Devlin/ AFP

Polícia de Manchester reforça segurança para show de Ariana Grande neste domingo

Apesar do atentado em Londres na noite anterior, a apresentação foi confirmada pelas autoridades locais

O Estado de S.Paulo

04 de junho de 2017 | 10h14

O departamento de polícia da cidade de Manchester vai reforçar o esquema de segurança para o show beneficente da cantora pop Ariana Grande, marcado para este domingo, 4, em prol das vítimas do ataque a bomba que matou 22 pessoas durante um concerto da artista no dia 22 de maio. Apesar dos atentados terroristas realizados na noite deste sábado, 3, em Londres, os organizadores do evento confirmaram o show.

A assistente chefe da polícia de Manchester, Constable Garry Shewan, informou neste domingo que haverá checagens de segurança adicionais e todos serão vistoriados. Policiais armados também farão a segurança do evento.

Além de Ariana Grande, participarão do concerto artistas como Katy Perry, Coldplay e Justin Bieber. Nos últimos dias, a cantora se encontrou com algumas das vítimas do ataque realizado em seu show em maio.

Mesmo com os eventos recentes, o primeiro-ministro do Reino Unido declarou que o nível de ameaça terrorista do país não será elevado porque a polícia acredita que não há criminosos à solta. "Não acreditamos que haja elementos adicionais", declarou o secretário Amber Rudd.

Após o atentado de 22 de maio em Manchester, o nível de ameaça terrorista subiu de "severo" para "crítico", enquanto a polícia trabalhava para rastrear possíveis cúmplices. Recentemente, o nível retornou para "severo", o que significa que um ataque é altamente provável. /ASSOCIATED PRESS

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoAriana GrandeManchester

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.