Polícia espanhola prende nove suspeitos de ligação com ETA

A polícia espanhola prendeu nove pessoas suspeitas de terem ligações com o grupo basco Ekin nesta terça-feira, disse o Ministério do Interior. Foram as primeiras detenções desde que o enfraquecido grupo rebelde basco ETA anunciou o fim dos ataques armados.

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 10h34

O Ekin é suspeito de ter ligações políticas com o ETA, que matou mais de 850 pessoas em meio século de luta armada por um Estado independente na região ao norte da Espanha e no sudoeste da França.

O grupo anunciou no dia 5 de setembro que havia decidido suspender os ataques armados, mas o governo rejeitou a declaração como sendo inadequada e pediu que organização renunciasse à violência permanentemente.

O ETA ficou enfraquecido nos últimos anos pela repressão do governo contra suas atividades. Neste ano, foram mais de 60 prisões, além da apreensão de armas e explosivos.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAETAPRESOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.