Polícia francesa entrevista escritora sobre Strauss-Kahn

A polícia francesa entrevistou na segunda-feira a escritora que acusa o ex-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI) Dominique Strauss-Kahn de tentativa de estupro em 2003, disseram o advogado dela e fontes da Justiça.

REUTERS

11 de julho de 2011 | 15h49

O encontro com Tristane Banon, de 32 anos, foi o primeiro passo concreto de um inquérito preliminar, depois que a escritora francesa depositou uma reclamação formal na semana passada contra Strauss-Kahn, que chegou a ser o favorito a disputar a Presidência francesa.

O processo movido por Banon seguiu-se à prisão de Strauss-Kahn em meados de maio em Nova York, onde contesta as acusações de tentativa de estupro de uma camareira de hotel naquela cidade.

O fato provocou uma interrupção brusca na carreira dele no FMI e aparentemente pôs fim a qualquer esperança de concorrer à Presidência da França. O caso Banon soma-se às dificuldades dele.

(Reportagem de Gerard Bon)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCASTRAUSSKAHNESCRITORA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.