Polícia francesa invade local de cerco a suposto atirador

A polícia francesa iniciou a invasão no final desta quarta-feira ao apartamento onde está o suposto assassino de sete pessoas no sudoeste da França que agiria em nome da Al Qaeda, informaram autoridades.

REUTERS

21 Março 2012 | 20h25

Três fortes explosões foram ouvidas no local logo antes da meia-noite. Uma delas derrubou a porta do apartamento onde o homem estava cercado desde às 3h (horário local, 23h de terça-feira no horário de Brasília), disse uma fonte policial.

"Confirmo que a invasão começou", disse uma fonte policial à Reuters. O vice-prefeito de Toulouse, Jean-Pierre Havrin, confirmou que as negociações acabaram e a invasão começou.

A polícia tentava convencer Mohamed Merah, de 24 anos, a se entregar após ele disparar contra policiais enquanto eles tentavam entrar no apartamento no subúrbio de Toulouse nas primeiras horas desta quarta.

Merah, cidadão francês de origem argelina, é suspeito de assassinar sete pessoas em nome da rede militante Al Qaeda, inclusive três crianças em uma escola judaica de Toulouse, nesta semana.

(Reportagem de John Irish e Jean Decotte)

Mais conteúdo sobre:
FRANCA POLICIA INVADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.