Polícia francesa prende 25 em subúrbio de Paris

Em novembro,biblioteca, edifícios públicos e carros foram queimados; presos são suspeitos de participação

Reuters,

18 de fevereiro de 2008 | 05h06

Polícia francesa lançou incursões no subúrbio parisiense na madrugada desta segunda-feira, 18, prendendo 25 pessoas suspeitas de estarem envolvidas nos violentos confrontos de novembro. Cerca de mil policiais estão envolvidos na operação, que se iniciou às 6 horas (hora local) desta segunda-feira em Villiers-le-Bel, norte de Paris, e subúrbios vizinhos. "Inquéritos conduzidos pela polícia deste novembro permitiram que 36 suspeitos fossem identificados, dos quais 25 estão presos para interrogatório", disse o procurador Marie-Therese de Givry. Cerca de 60 policiais foram feridos nos confrontos de novembro, que causaram a morte de dois garotos em um acidente entre uma motocicleta e um carro de polícia. Uma biblioteca, vários edifícios públicos e dezenas de carros foram queimados durante a agitação, que relembrou os tumultos nos subúrbios franceses em 2005 quando jovens colocaram fogo em carros durante semanas em diversos confrontos com a polícia. As condições do residentes dos subúrbios multi-étnicos de Paris, como alta taxa de desemprego, pobreza, repressão da polícia e péssimas condições de moradia, contribuem para o aparecimento de tensões e explosão da violência.

Mais conteúdo sobre:
FrançaParisviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.