Sara MAGNIETTE / AFP
Sara MAGNIETTE / AFP

Polícia da Holanda prende suspeito de ataque com faca em Haia

Homem não identificado atacou três adolescentes na sexta-feira, horas depois de incidente similar em Londres

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de novembro de 2019 | 08h10
Atualizado 30 de novembro de 2019 | 21h48

HAIA, HOLANDA - A polícia da Holanda anunciou neste sábado, 30, que prendeu um homem suspeito de estar envolvido no ataque com faca que deixou três feridos na sexta-feira em Haia.

"Sobre a agressão com faca cometida em Grote Marktstraat, um homem de 35 anos acaba de ser detido no centro de Haia", informou a polícia no Twitter, explicando que o homem "não tem domicílio fixo".

O ataque, ocorrido poucas horas depois de outra ação com faca em Londres, que deixou duas mortes, causou pânico nas ruas de Haia, onde havia um grande fluxo de pedestres por causa das promoções realizadas na Back Friday.

O suspeito escapou depois de esfaquear um menino de 13 anos e duas meninas de 15 anos em uma loja de departamentos. Todos eles sofreram ferimentos leves.

O ataque

A emissora nacional NOS citou duas testemunhas que viram duas das vítimas, ambas meninas, fugiram correndo da rua em uma loja próxima. Um deles disse que um homem 'atlético' fugiu do cena, saltando facilmente sobre obstáculos.

A área foi isolada por horas para os primeiros socorros e  varreduras da polícia em busca de pistas.

O ataque na Holanda ocorreu horas depois de um homem usando um explosivo falso colete esfaquear várias pessoas em Londres, matando duas, antes de ser morto a tiros por oficiais. A polícia britânica está tratando o caso como um ataque terrorista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.