Gonzalo Fuentes /REUTERS
Gonzalo Fuentes /REUTERS

Polícia interroga Strauss-Kahn sobre caso de assédio na França

A jornalista Tristane Banon alegou que o ex-dirigente do Fundo a atacou em 2003

REUTERS

12 Setembro 2011 | 09h13

PARIS - O ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional Dominique Strauss-Kahn foi interrogado nesta segunda-feira pela polícia francesa sobre a acusação de tentativa de estupro, registrada depois da prisão dele em maio em Nova York, em outro caso de assédio sexual.

Tristane Banon, jornalista e escritora que tem cerca de 30 anos a menos que Strauss-Kahn, alegou que o ex-dirigente do Fundo a atacou em 2003 em um apartamento em Paris, para onde ela havia sido convidada para entrevistá-lo para um livro que ela estava escrevendo.

Strauss-Kahn foi acusado de tentativa de estupro em Nova York por uma camareira, mas a acusação posteriormente foi retirada depois que a credibilidade dela foi colocada em dúvida.

Mais conteúdo sobre:
FRANCASTRAUSSKAHNINTERROGADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.