Polícia italiana prende número 2 da máfia siciliana

Foragido desde 1999, Gerlandino Messina estava na lista dos 30 fugitivos mais procurados do país

Reuters,

23 de outubro de 2010 | 17h01

A polícia italiana disse neste sábado, 23, que prendeu um importante chefe da máfia que estava foragido desde 1999 e estava na lista dos 30 fugitivos mais procurados da Itália.

 

Gerlandino Messina, 38, foi preso na cidade siciliana de Favara, próxima a Agrigento. Ele é acusado de diversos homicídios e associação criminosa com a máfia.

 

A imprensa italiana afirma que ele é considerado o número 2 da máfia siciliana, atrás apenas de Matteo Messina Denaro, que ainda está foragido.

 

A prisão é a mais recente de uma série de prisões de criminosos considerados de alto escalão dentro da máfia pela polícia italiana.

 

Segundo um comunicado do Ministério do Interior italiano, 28 dos 30 mais perigosos mafiosos estão agora na cadeia, mas a imprensa do país afirma que mais nomes foram adicionados à lista, que é regularmente atualizada pelas autoridades, e que outros 16 chefes da máfia ainda estão soltos.

Tudo o que sabemos sobre:
Itáliamáfiapolíciaforagido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.