Polícia libera detido em operação antiterror na Inglaterra

Os outros homens de idades entre 22 e 41 anos, continuam detidos e submetidos a interrogatórios

Efe

11 de abril de 2009 | 10h03

Um dos 12 suspeitos detidos na quarta-feira, 8, em várias operações antiterroristas praticadas no noroeste da Inglaterra foi colocado em liberdade sem acusações em relação ao caso, informou a Polícia neste sábado, 11.

 

O indivíduo em questão, de 18 anos, passou à disposição da Agência de Fronteiras do Reino Unido, disse uma porta-voz da Polícia de Greater Manchester, um dos três corpos que participaram da operação antiterrorista.

 

Os outros 11 suspeitos, homens de idades entre 22 e 41 anos, continuam detidos e submetidos a interrogatórios devido à suspeita de um complô para cometer um atentado que, segundo as forças de segurança deste país, era iminente.

 

A Polícia continua hoje as revistas em dez imóveis, após as batidas em Manchester, Liverpool e Clitheroe (Lancashire).

 

Apesar de as forças da ordem não especificarem nenhum alvo da suposta conspiração, a rede pública "BBC" informou que a Polícia estuda várias imagens da cidade de Manchester encontradas durante as revistas.

 

Segundo a "BBC", as imagens correspondem a quatro lugares muito populares, entre eles vários shoppings e discotecas, mas as forças da ordem não confirmaram essa informação.

 

Na quarta-feira, a Polícia teve que antecipar a operação, depois que o principal responsável de terrorismo da Scotland Yard, o subcomissário Bob Quick, revelou involuntariamente a missão, ao expor publicamente um documento confidencial.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação antiterroristaInglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.