Polícia prende 24 por protestar em aeroporto de Londres

Cerca de 50 ativistas defensores do meio ambiente ocuparam uma área de segurança próxima à pista

Efe,

08 de dezembro de 2008 | 06h33

A polícia britânica deteve nesta segunda-feira, 8, pelo menos 24 pessoas no aeroporto de Stansted, ao norte de Londres, depois de cerca de 50 ativistas defensores do meio ambiente ocuparem uma área de segurança próxima à pista, informaram fontes oficiais. Segundo a agência Efe, o número de detidos pode chegar a 39.   O protesto, organizado pelo grupo ecologista Planet Stupid, começou por volta de 1h15 (de Brasília), o que obrigou as autoridades do aeroporto a fechar a pista como medida de precaução, mas ela foi reaberta pouco depois das 6h (de Brasília).   Segundo fontes do aeroporto, 21 vôos tiveram de ser cancelados, enquanto outros sofreram atrasos. O operador do aeroporto de Stansted assinalou que a pista foi fechada por "razões de segurança" e advertiu aos passageiros que seus vôos poderiam sofrer atrasos.   Segundo fontes policiais, todos os ativistas foram retirados da área onde montaram o protesto. Uma porta-voz do Planet Stupid informou que os ativistas se acorrentaram nas proximidades da pista e continuarão com o protesto "pelo tempo que for necessário".   O grupo decidiu iniciar o protesto após a decisão do governo britânico de autorizar a expansão do aeroporto de Stansted com a construção de uma segunda pista. Segundo esta organização, a aviação é uma indústria que está poluindo o ambiente muito rapidamente. Matéria atualizada às 7h25.

Tudo o que sabemos sobre:
Londresprotestosmeio ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.