Policia turca enfrenta protesto contra reunião do FMI

Manifestação foi dispersada com canhões de água e gás lacrimogêneo; oito pessoas foram detidas

Reuters,

06 de outubro de 2009 | 07h44

ISTAMBUL - A polícia turca disparou gases lacrimogêneos e usou canhões lançadores de água para dispersar centenas de pessoas que protestavam contra as reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial em Istambul, nesta terça-feira, 6.

 

 

Policiais antidistúrbio armados com escudos foram chamados para dispersar os manifestantes na praça Taskim.

 

 

Oito pessoas foram detidas por atirarem coquetéis molotov próximo ao centro de convenções onde ministros de finanças, presidentes de bancos centrais e economistas se reuniam para discutir a economia global.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIbanco mundialprotestoreunião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.