Policial mata ex-namorada perto de escola na Noruega

Oficial está internado em estado grave após tentativa de suicídio; vítima era professora da instituição

Efe,

23 de janeiro de 2009 | 09h54

Um policial matou a tiros sua nesta sexta-feira, 23, a ex-namorada nas proximidades da escola infantil Slettaelva em Tromsoe (norte da Noruega). O homem, que tentou se matar logo depois com a mesma arma, está agora em estado gravíssimo no Hospital Universitário de Tromsoe.   O incidente ocorreu perto da escola Slettaelva, em Tromsoe, principal cidade no ártico norueguês, disseram as autoridades. A ex-namorada trabalhava no local como professora.   O crime aconteceu em um estacionamento próximo ao centro educacional, onde as aulas aconteceram com normalidade, diz a diretora Karin Balstad. "É incrível que isto aconteça em uma área como esta, pacífica, tranqüila e quase residencial", afirmou Balstad à agência norueguesa NTB.

Tudo o que sabemos sobre:
Noruega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.