Político socialista espanhol é morto a tiros no País Basco

O ex-conselheiro do Partido SocialistaIsaías Carrasco foi morto a tiros nesta sexta-feira, nalocalidade basca de Mondragón, informou um porta-voz dapolícia. O político, de 42 anos, foi alvo de tiros quando saía desua casa. O ex-conselheiro do partido do premiê José LuisZapatero teria recebido cinco tiros, segundo meios locais. Os disparos teriam sido dados na nuca, em um estilo típicodo grupo separatista basco ETA, informou o jornal espanhol ElPaís em seu site. O atentado ocorreu a dois dias das eleições no país. OPartido Socialista e o Popular, o principal partido daoposição, decidiram suspender as campanhas eleitorais devido amorte de Carrasco. Zapatero, cujas tentativas de acordo de paz com o ETAfracassaram, lidera as pesquisas de opinião para a eleição dedomingo, à frente de Mariano Rajoy, do Partido Popular. (Por Arantza Goyoaga e Teresa Larraz)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.