Polônia condiciona aprovação de tratado à ratificação irlandesa

Após veto irlandês, presidente polonês diz que só assinará o Tratado de Lisboa se a Irlanda também aprová-lo

Reuters,

02 de julho de 2008 | 15h59

O presidente polonês Lech Kaczynski disse nesta quarta-feira, 2, que poderá assinar o Tratado de Lisboa, desde que a Irlanda também o ratifique. Kaczynski, visto como um opositor à integração européia, chocou a União Européia na terça quando disse em entrevista a um jornal que poderia não assinar o acordo reformatório seguindo a rejeição do referendo irlandês em junho. "Se a Irlanda ratificar o Tratado, a Polônia fará o mesmo", disse o líder polonês, em uma entrevista à televisão pública.

Tudo o que sabemos sobre:
PolôniaIrlandaTratado de LisboaUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.