População alemã diminui pelo 5.º ano consecutivo em 2007

Estatísticas aumentam temor de crise demográfica; número pode cair de 82 mi para menos de 70 mi até 2050

REUTERS

26 de junho de 2008 | 08h24

A população alemã diminuiu em 2007 pelo quinto ano consecutivo, apesar do primeiro aumento no número de nascimentos em uma década, de acordo com dados divulgados na quinta-feira, 26.. O Escritório Federal de Estatísticas mostrou que o número de pessoas vivendo na Alemanha caiu em 97 mil em 2007, totalizando 82,2 milhões de habitantes. Segundo o órgão, 685 mil crianças nasceram e o número de imigrações líquidas foi de 44 mil --contudo, não superaram o número de mortes, que foi de 827 mil. Os números, que confirmam as estimativas divulgadas no começo do ano, contribuem para aumentar o temor de uma crise demográfica na Alemanha. Alguns estudos mostram que a população pode cair para menos de 70 milhões até 2050. Apesar do número de bebês nascidos na Alemanha ter crescido em 12 mil na Alemanha no ano passado, o primeiro aumento desde 1997. Ainda assim, a taxa de natalidade alemã continua uma das mais baixas entre os 27 países da União Européia. Como resultado, a média de idade entre os alemães está crescendo, o que freia o crescimento econômico da maior economia européia, além de pressionar os sistemas de saúde e previdência do país. As estatísticas também mostram que o número de pessoas que vivem na antiga Alemanha Oriental, onde o desemprego é maior e o crescimento econômico menor, caiu pelo 19o ano consecutivo. Em 2007, o número de habitantes na área foi de 13,1 milhões. Em 1989, quando o muro de Berlim foi derrubado, eram 16,4 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHAPOPULACAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.