Mário Cruz/EFE
Mário Cruz/EFE

Portugal realiza eleições gerais neste domingo com expectativa de vitória do Partido Socialista

Votação vai até às 15h no horário de Brasília e são esperados quase 11 milhões de eleitores; em caso de vitória socialista o atual primeiro-ministro Antonio Costa deve seguir no cargo

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2019 | 08h53

Portugal realiza neste domingo sua 16ª eleição legislativa, em que um número recorde de eleitores, mais de 10,8 milhões, é esperado para escolher 230 deputados. As urnas serão fechadas às 15h no horário de Brasília. A expectativa é que o Partido Socialista vença a maioria dos votos, mas pesquisas indicam que a sigla não deve atingir maioria na Assembleia da República, o Parlamento do país.

 

Caso o resultado se confirme, os socialistas terão de negociar alianças com outros partidos de esquerda, como fizeram em seu último mandato com o Partido Comunista Português e o radical Bloco de Esquerda. O conservador Partido da Democracia Cristã e o Partido Pessoas-Animais-Natureza também devem ganhar cadeiras.

O partido que ganha mais assentos na Assembleia da República é convidado a formar um novo governo e a nomear um primeiro-ministro para liderar o país. O atual premiê, o socialista Antonio Costa, deve ser reconduzido se as expectativas para os resultados se confirmarem. Costa observou em seu mandato uma recuperação econômica, com maior crescimento e queda no desemprego. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Portugal [Europa]António Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.