Portugueses não confiam em políticos sorridentes, diz estudo

Quanto mais os políticos sorriem, maisas pessoas deixam de confiar neles, mostrou uma pesquisa,apontando que 80 por cento dos portugueses consideram que ospolíticos forçam o sorriso. Um pesquisador, Erico Castro, disse à Reuters que o estudopode ser aplicado a pessoas em todo o mundo, mas rejeitoucomentar sobre o efeito que sorrisos específicos de políticostem nas pessoas. Questionado se o sorriso constante do presidente dosEstados Unidos, George W. Bush, pode deixar algumas pessoasdesconfortáveis, Erico respondeu: "esse é o sorriso que todomundo tenta decifrar". O estudo, realizado com 2.610 portugueses entre 18 e 70anos, mostrou haver uma desconfiança comum, entre todos osgrupos, por políticos que sorriem constantemente. (Por Henrique Almeida)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.