Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Prédio desaba na Espanha e deixa ao menos sete mortos

Causas do colapso ainda são desconhecidas; três edifícios vizinhos foram interditados e 20 pessoas desalojadas

Reuters,

26 de outubro de 2009 | 12h42

Hipótese de vazamento de gás foi descartada pelas autoridades. Foto: Efe

 

MADRI - Pelo menos sete pessoas morreram e outras duas ficaram feridas após a queda de um edifício em Palma de Mallorca, na Espanha, segundo informaram nesta segunda-feira, 26, funcionários da prefeitura.

Até o momento, foram encontrados os restos mortais de quatro homens e três mulheres, uma delas menor de idade. Anteriormente, outro porta-voz indicou que havia oito pessoas vivendo no edifício e que os bombeiros estavam trabalhando com cães na busca de mais pessoas que possam ter ficado presas entre os escombros.

A prefeita de Palma de Mallorca, Aina Calvo, descartou que a causa tenha sido uma explosão de gás, como divulgaram alguns meios. "Trabalhamos com várias hipóteses", comentou. "Parece que não ocorreu uma explosão, e efetivamente os técnicos acabam de descartar essa hipótese", agregou.

Os técnicos de urbanismo estão avaliando o estado dessas moradias e continuam investigando a causa do desabamento. Três edifícios vizinhos foram desocupados e 20 pessoas foram desalojadas, segundo o porta-voz da prefeitura local.

 

Atualizado às 14h47

Tudo o que sabemos sobre:
espanhaedifíciodesabamentoEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.