Premiê britânico convocará Parlamento após onda de violência

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que reuniria o Parlamento por um dia nesta terça-feira, apesar do período de recesso, para divulgar um comunicado sobre a onda de violência que tomou conta de Londres por três noites consecutivas.

REUTERS

09 de agosto de 2011 | 07h29

"Isso é criminalidade pura e simples", disse ele a jornalistas na terça-feira em frente a seu escritório após interromper suas férias anuais para retornar à Grã-Bretanha. "As pessoas não deveriam ter dúvidas de que faremos tudo necessário para restaurar a ordem nas ruas britânicas."

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAVIOLENCIAPREMIE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.