Premiê britânico diz que tropas russas na Ucrânia são 'injustificadas e inaceitáveis'

A presença de militares russos em território ucraniano é "injustificada e inaceitável", disse o primeiro-ministro britânico, David Cameron, nesta segunda-feira.

REUTERS

01 de setembro de 2014 | 12h09

"A Rússia parece estar tentando forçar a Ucrânia a abandonar suas escolhas democráticas sob a força de uma arma", disse Cameron ao Parlamento, alertando Moscou que sua relação com o restante do mundo será "radicalmente diferente" no futuro se a Rússia continuar com sua atual política sobre a Ucrânia.

(Reportagem de Kylie MacLellan e William James)

Mais conteúdo sobre:
GRABRETANHARUSSIATROPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.