Premiê da Irlanda desiste de disputar novo mandato

O primeiro-ministro da Irlanda, Brian Cowen, disse na segunda-feira que não se candidatará a um novo mandato na eleição parlamentar prevista para fevereiro.

REUTERS

31 de janeiro de 2011 | 21h05

Cowen, de 51 anos, permaneceu como primeiro-ministro apesar de recentemente ter abandonado a liderança do seu partido, o Fianna Fail.

"Levando em conta a situação da minha família, de colegas próximos e amigos nos últimos dias, decidi não apresentar meu nome para a próxima eleição", disse ele em nota na segunda-feira.

"O Fianna Fail tem novos desafios pela frente. Faremos isso com um novo líder, e uma nova equipe. Estou orgulhoso e grato por ter servido com cada um dos meus colegas de partido. Prometo a eles meu total apoio e lhes desejo bem."

Mais impopular primeiro-ministro na história recente da Irlanda, Cowen pretendia comandar o Fianna Fail até a eleição, mas cedeu à pressão de membros do partido e entregou a liderança após uma fracassada tentativa de reforma ministerial, que quase derrubou o governo.

O partido, agora comandado pelo ex-premiê Micheal Martin, deve sofrer uma dura derrota nas urnas, após se comprometer com duros cortes de gastos e elevação de impostos, em troca de um pacote de resgate financeiro da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

(Reportagem de Padraic Halpin)

Tudo o que sabemos sobre:
IRLANDACRISEPOLITICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.