Premiê da Turquia pede renúncia de presidente sírio

O primeiro-ministro da Turquia, Tayyip Erdogan, pediu nesta terça-feira que o presidente sírio, Bashar al-Assad, renuncie ao cargo para garantir a paz na região e impedir mais derramamento de sangue na Síria.

REUTERS

22 de novembro de 2011 | 09h42

"Sem derramar mais sangue, sem causar mais injustiça, pelo bem da paz o povo, do país e da região, finalmente renuncie", disse Erdogan durante uma reunião do partido governista turco, o AK.

(Por Jonathon Burch)

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIASIRIARENUNCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.