Premiê da Ucrânia oferece cargo a candidato em troca de apoio

Yulia Tymoshenko diz que empossará Sergey Tigipko como primeiro-ministro caso este o apoie nas eleições

Reuters e Associated Press,

20 de janeiro de 2010 | 11h27

A primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, candidata à presidência que disputará o segundo turno em fevereiro, disse nesta quarta-feira, que oferecerá seu atual cargo a Sergey Tigipko, terceiro colocado no primeiro turno, caso este venha a apoiá-la na reta final da campanha.

 

"Eu propus a Sergey Tigipko não apenas unirmos programas e nossa visões para desenvolver a Ucrânia, não apenas para sermos parceiros nesse difícil porém recompensável trabalho. Eu também lhe ofereci o cargo de primeiro-ministro", disse a atual premiê.

 

A primeira-ministra Yulia disputará dentro de três semanas o segundo turno das eleições presidenciais com o líder opositor Viktor Yanukovich. Após a apuração do primeiro turno, Yanukovich registrou vantagem de pouco mais de dez pontos sobre a rival.

 

Tigipko, magnata bancário convidado a ocupar o cargo de primeiro-ministro por Yulia, foi o terceiro candidato mais votado, com mais de 13% dos votos.

 

Sem apoio

 

O atual presidente ucraniano, Viktor Yuschenko, disse que não apoiará nenhum dos candidatos que seguem na disputa presidencial. O mandatário conseguiu apenas 5,5% dos votos nas eleições de domingo.

 

Segundo Yuschenko, ambos os candidatos "são alienados dos valores democráticos e Europeus". O presidente afirmou que a Ucrânia viu uma eleição transparente, mas que agora "não tem boas opções".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.