Premiê espanhol defende autoridade fiscal única na zona do euro

O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, defendeu no sábado a criação de uma autoridade fiscal para a zona do euro, com poderes para controlar e harmonizar as contas públicas nacionais e administrar as dívidas dos países que participam da união monetária.

REUTERS

02 de junho de 2012 | 09h58

"A União Européia precisa reforçar sua arquitetura", disse Rajoy em um evento na localidade catalã de Sitges/

Isso significa um movimento no sentido de uma maior integração, transferindo mais soberania, principalmente na área fiscal.

"E isso significa um compromisso para criar uma nova autoridade fiscal européia, que poderia guiar a política fiscal na zona do euro, harmonizar a política fiscal os Estados-membros e permitir um controle centralizado das finanças públicas", acrescentou Rajoy.

(Reportagem de Julien Toyer)

Mais conteúdo sobre:
ESPANHAEURORAJOY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.