Premiê polonês vai à Alemanha após morte de 13 turistas

Treze pessoas morreram e dúzias ficaram feridas quando um ônibus conduzindo turistas poloneses sofreu um acidente perto de Berlim neste domingo, e o primeiro ministro Donald Tusk viajou às pressas para a Alemanha para confortar os sobreviventes.

REUTERS

26 de setembro de 2010 | 17h18

A polícia alemã disse que 39 passageiros se feriram, 19 deles seriamente, quando o ônibus atingiu um carro que entrava na rodovia e em seguida atingiu a pilastra de uma passagem de nível. Os passageiros voltavam para casa de férias na Espanha.

Visivelmente abalado, Tusk agradeceu aos socorristas alemães: "Tudo o que posso dizer é muito obrigado pelos seus esforços, sua ajuda," disse ele aos repórteres em um hospital de Berlim.

A chanceler alemã Angela Merkel expressou suas condolências e Tusk disse que se encontrará com ela ainda neste domingo na embaixada polonesa.

O motorista de 37 anos do carro e um de seus passageiros também ficaram feridos. A rodovia A10, uma grande artéria no sentido leste-oeste, ficou fechada por muitas horas após o acidente, perto do aeroporto de Schoenefeld.

(Reportagem de Oliver Keck e Andreas Rinke em Berlim e Gabriela Baczynska em Varsóvia)

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHAACIDENTETUSK*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.