Presidente da Comissão Europeia considera 'histórica' eleição de Dilma

Em carta, José Manuel Durão Barroso afirma que é bom ter um Brasil forte

Efe

01 Novembro 2010 | 08h26

BRUXELAS - O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Durão Barroso, parabenizou nesta segunda-feira, 1, a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, e destacou o "significado histórico" da escolha da primeira mulher para governar o país.

 

Veja também:

link Chávez dá boas-vindas a Dilma e diz que ela se converterá em 'gigante'

link Morales vê vitória da democracia no Brasil; Argentina deseja sucesso

link Brasil votou pela continuidade das políticas de Lula, diz NYT

 

Em carta, Barroso recorda que recebeu a vencedora do pleito em Bruxelas em junho, quando ainda era candidata, e convida Dilma para uma nova visita, agora como chefe de Estado.

 

"O Brasil é um lugar estratégico de primeira importância para a União Europeia. Compartilhamos valores comuns e objetivos estratégicos, tanto no que diz respeito a questões econômicas e financeiras, quanto na mudança climática e na liberalização do comércio mundial", assegura Barroso.

 

"É bom para a União Europeia (UE) um Brasil forte, capaz de contribuir para a resolução dos problemas globais, para uma estabilidade e prosperidade da América Latina e para um aumento das nossas relações bilaterais", acrescenta.

 

O Brasil, parceiro estratégico da UE desde 2007, é também o país da América Latina que recebe mais investimentos europeus diretos, algo em torno de 87 bilhões de euros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.