Presidente da Itália condena ação britânica em ataque na Nigéria

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, condenou nesta sexta-feira o fracasso da Grã-Bretanha em informar a Itália antes de lançar um ataque mal sucedido em que um refém italiano e outro britânico foram mortos na Nigéria, chamando a ação de "inexplicável" e exigindo uma explicação.

REUTERS

09 de março de 2012 | 09h00

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que os dois reféns foram mortos pelos sequestradores islâmicos durante um ataque conjunto das forças britânicas e nigerianas no noroeste da Nigéria na quinta-feira.

"O comportamento do governo britânico em não informar a Itália é inexplicável", Napolitano disse a repórteres durante uma conferência. "Um esclarecimento político e diplomático é necessário."

(Reportagem de Giuseppe Fonte)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIANAPOLITANOCRITICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.