Presidente da Ucrânia assina decreto para dissolver Parlamento antes de eleição

"Decidi acabar prematuramente com a autoridade do Parlamento", ele escreveu

REUTERS

25 de agosto de 2014 | 16h10

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, assinou um decreto nesta segunda-feira para dissolver o Parlamento, disse ele em uma mensagem publicada no Twitter, abrindo caminho para uma nova eleição.

"Decidi acabar prematuramente com a autoridade do Parlamento", ele escreveu.

De acordo com a lei, uma eleição precisa ser realizada em 60 dias a partir da publicação do decreto, o que significa que uma eleição será feita até o fim de outubro.

Segundo um porta-voz da Presidência, a nova eleição parlamentar vai ocorrer em 26 de outubro.

(Reportagem Richard Balmforth)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIAPARLAMENTODISSOLVE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.