Presidente da Ucrânia diz que 'ato terrorista' derrubou avião da Malásia

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, acredita que um "ato terrorista" foi a causa da queda de um avião da Malásia na quinta-feira, disse seu assessor.

REUTERS

17 Julho 2014 | 14h42

"Poroshenko crê que esse avião foi abatido: não é um incidente, não é uma catástrofe, mas um ato terrorista" disse Svatoslav Tsegolko.

Mais conteúdo sobre:
UCRANIA PRESIDENTE ATOTERRORISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.