Presidente da Ucrânia exige ação no leste do país após morte de político

O presidente interino da Ucrânia pediu o relançamento de uma operação antiterrorismo no leste do país nesta terça-feira, depois que um político local de seu partido foi encontrado morto com sinais de tortura.

Reuters

22 de abril de 2014 | 14h06

Oleksander Turchinov disse em comunicado que corpos "brutalmente torturados" foram encontrados perto da cidade de Slaviansk, que está nas mãos de militantes pró-Rússia. Um desses corpos era de Volodymyr Rybak, membro do partido Batkivshchyna, de Turchinov.

"Esses crimes estão sendo realizados com total apoio e indulgência da Federação Russa", disse. "Peço às agências de segurança que relancem e promovam ações antiterrorismo efetivas, com o objetivo de proteger os cidadãos ucranianos que moram no leste da Ucrânia de terroristas."

(Reportagem de Alastair Macdonald)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIALESTEDEMANDAACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.