Presidente francês anuncia mudanças no imposto sobre mais ricos e aposentadoria

O presidente francês, François Hollande, disse nesta quinta-feira que planeja alterar sua proposta de campanha eleitoral de criação de um imposto de 75 por cento sobre a renda acima de 1 milhão de euros para colocar a carga sobre as empresas, em vez de indivíduos.

Reuters

28 de março de 2013 | 17h48

Hollande disse durante uma entrevista à TV France 2 que iria reformular seu plano original do super imposto, que foi rejeitado pelo conselho constitucional, de modo que as empresas pagariam um imposto de 75 por cento sobre os salários superiores a 1 milhão de euros (1,28 milhão dólares).

Além disso, o presidente disse que os franceses terão de trabalhar mais tempo para se qualificar para uma aposentadoria integral, conforme a revisão futura do sobrecarregado sistema de aposentadoria.

"Como estamos vivendo mais tempo, vamos ter que ter períodos mais longos de contribuição", disse Hollande, ao ser questionado sobre quais mudanças ele faria no sistema penitenciário no próximo ano.

Hollande, que está lutando para reduzir o déficit público em meio a estagnação do crescimento económico, disse que não serão criados novos impostos este ano e que não há previsão de aumento de impostos para 2014.

(Por Nicholas Vinocur e Catherine Bremer)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAHOLLANDEIMPOSTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.